CATEQUESE DE ADULTOS
Postado em 17/11/2015

A Catequese de Adultos é uma catequese original que é profundamente dita da catequese das crianças e dos adolescentes. Os adultos recusam regressar à escola para aprender umas noções. Para eles, mais do que «saber» e «aprender», é preciso «experimentar», «conversar», «viver» e nunca se vive o suficiente, há sempre aspectos a rever, confrontos a fazer, realidades a converter. Porque a fé é dinâmica, ou se alimenta ou se perde. Para aprofundar a fé ou para a recuperar é preciso um processo de conversão.

A catequese de adultos, iniciação ou reiniciação à vida cristã, vai permitir este processo de conversão.

A metodologia catequética encontra, nos adultos, dificuldades ainda não refletidas e, muito menos, superadas. Parte-se quase sempre de uma concepção do adulto mais ligada ao campo dos princípios, das verdades ou da moral, do que ao campo do funcionamento psicológico da inteligência. É urgente perguntar: Como funciona a inteligência do adulto? Como é que o adulto aprende? Como se forma e se transforma?

Na pequenina comunidade, o adulto:

•Descobre Jesus como único Senhor;
•Aceita, por autocrítica, arrepender?se do mal feito;
•Deixa-se conduzir pelo Espírito de Deus;
•Tem presente o testemunho dos que o precederam na fé;
•Celebra os sinais de vida, os sacramentos;
E vive unido na comunidade cristã (cf. At 2, 32?47).

Assim sendo, na metodologia da Catequese de Adultos:

•Aceita-se um serviço, com a maior flexibilidade, para corresponder às necessidades que os adultos sentem;

•Precisa-se de um grupo para poder refletir em profundidade, pôr-se em questão, manter vivas as motivações e perseverar no esforço inicial;

•Insere-se na realidade, no concreto da vida, no problema que a pessoa está a viver e que deve ser avaliado à luz de Jesus Cristo e dos valores do Evangelho. Uma formação que não esteja inserida nos acontecimentos não tem para o adulto qualquer interesse;

•Não está fechada numa estrutura demasiado restrita, na medida em que o adulto vive e enriquece a sua experiência com os elementos de que dispõe e com os valores que lhe vêm do Evangelho;

•É uma iniciação constante à vida cristã que tem dimensão religiosa, mas tem também dimensão de compromisso; o adulto rejeita uma formação que não se faça na ação e para a ação;

•É uma catequese eminentemente profética porque é capaz de criticar o que vai mal e também apontar para um ideal, uma utopia que, uma vez adquirida, se recria com novas exigências.